Soluções

Por muitos anos o gás Halon 1301 foi conhecido e reconhecido como um dos mais efetivos e rápidos agentes para o combate a incêndios em riscos elétricos e eletrônicos.

Apesar de todos os benefícios, o Halon 1301 era também considerado prejudicial ao meio ambiente, pois possuía grande potencial de destruição da camada de Ozônio da atmosfera.

A produção de FM-200 se iniciou após a interrupção da fabricação do gás Halon 1301 em 1993, e é considerado atualmente o melhor agente substituto para o gás Halon, sendo utilizado com sucesso no mundo inteiro.

O seu mecanismo de supressão do fogo é ativo, onde o incêndio é resfriado fisicamente a nível molecular, inibindo a reação em cadeia da combustão, e assim, prevenindo maiores perdas nas áreas protegidas, bem como riscos aos seres humanos.

O gás FM-200 é especialmente usado na proteção de equipamentos eletrônicos delicados e de alto valor, pois não deixa resíduos corrosivos, nem provoca choques térmicos ou condensação.

Este gás é utilizado em áreas ocupadas por pessoas, pois não é considerado tóxico nas concentrações permitidas na norma NFPA 2001(National Fire Protection Association).

O gás FM-200 possui ODP(potencial de destruição da camada de Ozônio) igual a zero, não sendo prejudicial à atmosfera e ao meio ambiente.

×