Soluções

Os detectores fotoelétricos/ópticos de fumaça tipo “spot” são sensíveis a fumaças densas. Baseiam-se na análise da fumaça pelo princípio de feixe de luz dentro de uma câmara sensora existente no dispositivo. Este dispositivo ainda utiliza recursos que minimizam os efeitos da poeira que se aloja no interior da câmara.

O sensor óptico de fumaça é constituído por um emissor pulsante de luz infravermelha e um receptor fotodiodo de silício. Em estado normal, o fotodiodo não recebe nenhuma luz do emissor. Em caso de incêndio, a fumaça penetra no detector e a luz é refletida nas partículas de fumaça, atingindo o fotodiodo, onde é transformada em sinal eletrônico. Quando estes sinais são detectados num período pré-calibrado, um circuito algorítmico analisa, compara e opera o detector, enviando um sinal eletrônico ao painel de detecção e alarme, ativando o alarme de incêndio.

Área de atuação máxima de 81,00m² e sua instalação limitada a 8,00m de altura.

Certificação: UL/FM

×